26 de out de 2016

Menina do mar & dos ventos

Acorda a
poesia
e já provoca
a menina
do mar & dos ventos

Fuça
em sua
calcinha
penetra
em suas
frutas
alisa
o peixe rosa
do seu aquário imemorial &

no estuário
infernal
(meio-dia
sol a pino)

imperceptíveis
seus sucos se abraçam

um sol

um filho


Nenhum comentário:

Postar um comentário