28 de set de 2016

Aniversário do filho

O tempo
    come meus cabelos -
mastiga meu rosto e
planeja
o meu encontro com os vermes

Meu filho
   acaricia o tempo e
faz dele o seu cão -
coloca o tempo na coleira,
solta, brinca de
esconder

Enquanto minha sombra arqueja,
a do meu filho cresce

Nenhum comentário:

Postar um comentário